BRASIL

mundo

Renan Calheiros é confirmado como membro titular da CPI da Covid e é o mais cotado para assumir relatoria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Redes Sociais - Renan Calheiros

O senador Alagoano Renan Calheiros (MDB) foi confirmado e nesta quinta-feira (15) pelo presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG) como um dos 11 titulares e 7 suplentes que vão compor a CPI da Covid, que investigará ações e omissões do governo federal no enfrentamento da pandemia e o uso de recursos da União usados por estados e municípios. Calheiros também é um dos favoritos a assumir a relatoria da comissão.

Os parlamentares titulares a compor a comissão são: Renan Calheiros (MDB-AL), Eduardo Braga (MDB-AM), Ciro Nogueira (PP-PI), Eduardo Girão (Podemos-CE), Tasso Jereissati (PSDB-CE), Omar Aziz (PSD-AM), Otto Alencar (PSD-BA), Marcos Rogério (DEM-GO), Humberto Costa (PT-PE) e Randolfe Rodrigues (Rede-AP).

Já os suplentes escolhidos foram: Alessandro Vieira (Cidadania-ES), Zequinha Marinho (PSC-PA), Marcos do Val (Podemos-ES), Ângelo Coronel (PSD-BA), Jader Barbalho (MDB-PA), Luis Carlos Heinze (PP-RS) e Rogerio Carvalho (PT-ES).

O presidente e o relator da comissão ainda não foram definidos, mas os mais cotados são, respectivamente, Randolfe Rodrigues e Renan Calheiros. A expectativa é que os nomes sejam definidos na terça-feira (20).

São considerados aliados do presidente Jair Bolsonaro (sem pardido): Ciro Nogueira, Eduardo Girão, Jorginho Mello e Marcos Rogério.

Além de Renan Calheiros, outros quatro parlamentares mantêm postura independente: Eduardo Braga (MDB-AM), Omar Aziz, Otto Alencar e Tasso Jereissati. Já Humberto Costa (PT) e Randolfe Rodrigues (Rede) fazem parte do grupo de oposição ao governo.