POLÍTICA

mundo

Após ataques de ACM Neto a Rui, deputado petista Osni Cardoso, reage: “Usa fake news para se promover”

Parlamentar, ex-prefeito de Serrinha, disse que ACM Neto cometeu "crime maior" ao apoiar Bolsonaro, "um defensor de armas".

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Foto: Divulgação

Após críticas do ex-prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM) à gestão da Segurança no estado, o deputado estadual Osni Cardoso, líder do PT na Assembleia Legislativa, disse que as constantes acusações feitas pelo demista têm caráter eleitoral. Cardoso também afirmou que “de criminalidade, o ex-prefeito ACM Neto entende bem”.

“Crime maior foi o apoio que ele deu ao presidente Bolsonaro, um defensor de armas. ACM Neto mente quando circula isolado pelo interior do Estado, afirmando que administrou a pandemia na Bahia. Coitado, está desesperado”, atacou o petista.

O parlamentar ainda diz que o ACM Neto eleva o tom para conseguir se viabilizar politicamente. “Neto, sem ter o que fazer e isolado por causa das suas mentiras e traições, tenta desesperadamente viabilizar uma candidatura”. Osni Cardoso foi mais enfático ao destacar que crime mesmo ACM Neto cometeu quando não assumiu a responsabilidade pelo ensino fundamental, não construiu e até mesmo recusou creches, além de ter acabado com a construção civil, ao praticar uma política extorsiva de impostos, com aumentos no IPTU, causando desemprego em massa na capital.