Alagoas é pioneira no país na regulamentação do uso de Inteligência Artificial pelo Poder Público

  • Por alagoas.al.gov.b
  • 29 de novembro de 2023
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Alagoas se tornou o primeiro estado do Brasil a pautar a regulamentação do uso de Inteligência Artificial (IA) por parte do Poder Público. O Projeto de Lei (PL), construído pela Secretaria de Estado da Ciência, da Tecnologia e da Inovação (Secti) em parceria com a Procuradoria Geral do Estado (PGE), foi aprovado, nesta terça-feira (28), em 2º turno pela Assembleia Legislativa.

 

O PL estabelece os princípios e diretrizes para o uso da inteligência artificial, no âmbito da administração pública e é de extrema importância para as políticas de inovação do Estado por delinear, principalmente, a garantia do avanço delas por meio da segurança jurídica, resguardando os direitos dos cidadãos e fomentando em maior escala o desenvolvimento dos processos de inovação no Estado.

 

A regulamentação abre caminhos mais céleres e criteriosos para a criação de ambientes seguros à incorporação de sistemas computacionais inteligentes nos mais diversos quadrantes do Poder Público, os quais podem contribuir para a alocação eficiente de recursos e para o aprimoramento da prestação de serviços à coletividade.

 

Para o secretário da Secti, Silvio Bulhões, o PL é uma prova de como o Governo de Alagoas se preocupa em fazer parte de pautas tão atuais, seguindo novos contextos e discussões.

 

“Essa regulamentação é de extrema importância, pois garante a segurança jurídica para o uso da Inteligência Artificial no Governo de Alagoas. A IA passa a ser uma aliada na busca por soluções eficientes e inovadoras. O propósito é proporcionar mais segurança cibernética e ética nas tecnologias desenvolvida por e para a Administração Pública”, afirmou o secretário.

 

Para a procuradora-geral do Estado, Samya Suruagy, a discussão sobre o uso da Inteligência Artificial na administração pública é de extrema importância para os tempos atuais.

 

“Estamos muito felizes ao saber que Alagoas é o estado pioneiro na regulamentação da IA na administração pública. Essa ferramenta, que vem para facilitar a vida de todos, é extremamente necessária, mas precisa ser regulamentada. Implementando diretrizes claras para seu uso, vamos garantir mais transparência e responsabilidade em nossas práticas e ações. Este é um grande momento para o Estado de Alagoas”, destaca.